CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Formandos apresentam seus TCCs na XXVIII Jornada Científica da Medicina Veterinária

07-11-2019

O Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso) promove, de 4 a 22 de novembro, a XXVIII Jornada Científica da Medicina Veterinária. A programação contempla palestras e bancas públicas de apresentações dos Trabalhos de Conclusão de Curso da turma de formandos de 2019.

A cerimônia de abertura contou com a presença da diretora do Centro de Ciências da Saúde (CCS), Mariana Arcuri; do coordenador do curso de Medicina Veterinária do Unifeso, André Vianna; da professora do Unifeso, Denise de Mello Bobány; do professor de Parasitologia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Deoclecio Bezerra Brito, que é acadêmico da Academia de Medicina Veterinária no Estado do Rio de Janeiro (AMVERJ); do vice-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro (CRMV-RJ), Jorge Pereira; e da médica-veterinária e professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Dra. Carla Fernanda Paranhos de Moura Carvalho, que ministrou a palestra “Me formei e agora? – Competências do médico veterinário”.

“Qual o segredo do sucesso? É só dinheiro? É só fama? É só reconhecimento? Há disciplinas em várias universidades no mundo que tratam da felicidade. Hoje a ciência reconhece a felicidade como uma proposta a ser estudada. O sucesso, portanto, é individual, depende do seu propósito, daquilo que você quer para você. Reside em valores, desejos e sonhos que são individuais. Estou colocando esta sementinha aqui, agora, pois vocês estão se formando e quero que reflitam sobre onde querem estar daqui a 50 anos e sobre o que vão fazer e o que já estão fazendo para isso”, instigou a professora Carla, em sua palestra.

Para o vice-presidente do CRMV-RJ, o evento é uma excelente oportunidade de o Conselho Regional se aproximar do futuro egresso, antes da solenidade de entrega de Carteira Profissional. “Estabelecer este primeiro contato com os futuros médicos-veterinários é importante para esclarecer sobre as principais atribuições do Conselho, além de desfazer este estigma que o recém-formado tem em relação ao CRMV-RJ, de um órgão meramente punidor. Pelo contrário, somos aliados da sociedade e dos profissionais que exercem as suas atividades com ética”, ressaltou Jorge Pereira.

Por Juliana Lila